Sant - D'omundoaonorte (part. Kayuá, Cidad, Tiago Mac e Bukola 2Tey) Şarkı Sözleri

Ê, ei
LP, você fez de novo, né meu primo!?
Hahaha Sant!


Na endola
Intimam pra embalar ampola
Balão íntimo de ladrão
Baile rola
Ritmo pra embrasar time em gaiola
Desde Angola
Vê na pele, disfarce e gola polo
Minha prole não tá na pole
Tá na viola (viela)
Onde pássaro, fuma pedra
Cobra decola
Taco virou teco
Mamona agora, é plomo em pistola
No meio do berimbolo
Clima feio esfola tolo
Rima tirada do solo
Cria veio de sola


Arte livre canaliza futuro, aplaude
Energia onipotente, os amigos sabem
Que na terra onde a cabra ganha duas rodas
Se não marca atividade fica pela hora
E na avenida eu preciso por minha escola
Gunga, agita, roda, Besouro apavora
Simples no passar da base, linhas enriquecem
Deixa na mandinga que as esquinas nos protegem


Ó! Um brinde aos que se foram, nós nunca vamo esquecer
Prepare o coro, meu bonde vai te abater
Eu sou leão!
Disso você já deve saber
Minha visão é além do que cê pode ver
Respeito é ouro, sempre vai prevalecer
Engole o choro, não adianta correr
Pois é, isso é o crime, não é creme
Por isso que elas preferem a ZN


O medo gerou violência
O silêncio virou impunidade
Incoerência já pediu socorro
E eu pensando em dar continuidade
Por mais que ainda nossa cidade perca
Um tempão mentindo a verdade
Passamo pelo tempo e também, no momento, algo me diz que não é tarde
Note o caminho seguido pelo menino que um dia foi forte
Logo pra'quele que o rap é o hino e o destino não é feito na sorte
Perdido se a cada declínio vem enfraquecer o que tá no meu porte
Respondo por mim mermo, Joaquim Ribeiro, d'omundoaonorte


Com os kit caro, é claro, bermuda cargo
Postura que coincide com cargo
E as consequências deixa que eu arco
Diferente do meu pai eu assumo o que faço
Quem é cobrado aqui reza pra só perder os dente
Tratamento padrão é ferro frio e sangue quente
Sentimento entregue às traças
Derramando um gole aos que se foi, esvaziei garrafas
Bu şarkı sözü 60 kere okundu.